Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Postura estratégica dos Estados Unidos e uso da Força, por Augusto Teixeira Júnior
Início do conteúdo da página

Postura estratégica dos Estados Unidos e uso da Força, por Augusto Teixeira Júnior

Publicado: Sexta, 03 de Agosto de 2018, 09h00 | Última atualização em Segunda, 15 de Outubro de 2018, 14h01

Na última edição da revista Análise Estratégica, o professor da Universidade Federal da Paraíba e pesquisador do CEEEx Augusto Teixeira Júnior publicou o trabalho "Postura Estratégica dos Estados Unidos e uso da Força".

O trabalho propõe uma análise sobre como a mudança na prioridade geopolítica entre distintos tabuleiros em que jogam os Estados Unidos impacta em sua postura estratégica. Os Estados Unidos e suas Forças Armadas estão respondendo aos desafios do novo ambiente estratégico. Dentre as respostas, se destacam a opção por um modelo de Joint Force, a sinergia entre múltiplos domínios e a capacidade de cada força em afetar outras dimensões da guerra para permitir a neutralização dos sistemas de anti-acesso/negação de área (A2/AD) de possíveis adversários. Embora a geoestratégia dos EUA no século XXI tenha como ênfase a região da Ásia-Pacífico, nota-se a busca por equilibrar suas capacidades de pronta resposta no teatro de operações europeu. Uma vez mais é percebido nos EUA que se faz necessário reforçar a sua presença militar nas duas franjas da Eurásia.

Para acessar o trabalho completo, clique aqui

registrado em:
Fim do conteúdo da página